QUEM SOMOS

Somos uma comunidade de casais, alguns com sacramento e outros em nova união, não fazendo diferencias entre nós e tendo ambos como objetivo seguir o exemplo da família de Nazaré, contando com a assessoria de sacerdotes.
Caminho de Nazaré è uma pastoral específica, porque é dirigida aos que voltaram a contrair uma nova união, e os que estão ao frente das atividades primarias são casais nesta situação. Por isso, aqueles que se aproximarem de nós se sentirão compreendidos e contidos, uma vez que passamos por situações semelhantes.

COMO NASCEMOS

No ano ’93, Silvia e Jorge Castello, não obstante a sua situação que são divorciados e formaram um novo casal, sentiram a necessidade de se reinserir na Igreja Católica como batizados, para viver e crescer na fede de Cristo, e espiritualmente como casal. Assim, eles se inteiram que em Lomas de Zamora, Buenos Aires, Argentina, se efetuava uma jornada de convivência cristã para casais nessa situação.
No dia da sua jornada, com grande surpresa, eles encontraram um grupo de cristãos que faziam do serviço ao irmão sua forma de vida. Isto fez lês descobrir que poderia haver uma Igreja que poderia lês incluir.
Partindo d’aí, a comunidade que se formou nesse dia, pede ao casal Farina, um dos casais que dirigiam a jornada, de lhes evangelizar, tratando argumentos do casal à luz do evangelho. Os grupos de evangelização tinham muita força, e eram verdadeiras comunidades. Mais os casais nesta situação não tinham pertença em nenhum movimento que lhes pudesse conter.
Por isso motivo, no ano ’95, Silvia e Jorge Castello, como um casal em nova união, e o Padre Juan Francisco Ronconi SDB, o seu pároco, na Paróquia San Carlos e Basílica de Maria Auxiliadora, se proporem iniciar uma senda nova: CAMINHO DE NAZARÉ, junto ao casal de Julia e Vicente Farina.
A caminhada proposta por eles ao Padre Juan Francisco Ronconi SDB era um pouquinho diferente da que eles experimentaram até o momento que se creia CAMINHO DE NAZARÉ, e do que se fazia comumente. Segundo as palavras do Padre Ronconi: “Isto deveria ser um caminho, e uma caminhada onde os separados em nova união receberam seus pares, seus irmãos em sua mesma situação, assim poderiam compreender-se as suas dores, as suas angústias e os seus sofrimentos”.
À partir de isso momento, decidiram se entregar completamente ao serviço dos irmãos na sua mesma situação, para poder lês-mostrar um caminho de fé e de real inserção na Igreja Católica; e também levar informação e difusão aos agentes de pastoral, sacerdotes, etc., para a contenção dos casais com essa problemática, nas outras dioceses do seu pais.
Hoje eles contam com o aval do Arcebispo Primado da Argentina, o Cardeal Jorge M. Bergoglio s.j., que define CAMINHO DE NAZARÉ, como uma “pastoral especifica e necessária”, e de muitos outros bispos do seu pais, já que è um requisito, contar com o aval de eles para que esta pastoral comece a funcionar em qualquer diocese.

OBJETIVOS

ü Acolher e conter dentro da Igreja os casais separados que contraíram nova união.
ü Ajudar a fortalecer os vínculos conjugais, e proporcionar aos filhos uma educação cristã; vivendo seu compromisso de batizados com eles, na fé de Nosso Senhor Jesus Cristo
ü Acompanhar esses casais para que se aprofundem na Palavra e perseverem na oração
ü Promover obras de caridade para os mais necessitados
ü Ajudar os casais separados que contraíram nova união a encontrar o caminho e o lugar dentro da Igreja, para que possam se integrar nas paróquias as que pertençam, podendo prestar serviço em algumas áreas
ü Fazer com que, uma vez inseridos e se evangelizando, se transformem em um lar aberto e apostólico.

ATIVIDADE PASTORAL

Tem início com uma jornada de convivência cristã, o que consiste num mini-retiro de aproximadamente dez horas. Está a cargo de um sacerdote e de casais separados que contraíram nova união, os quais, a partir de palestras e de testemunhos, fazem uma revisão de vida, desde o encontro consigo mesmo, com o cônjuge, mas fundamentalmente com Deus, comprovando que é possível voltar a ele. É para casais nessa situação, mas, sobretudo, para aqueles que acreditam que, por causa dessa situação, Deus os abandonou, ou que já não pertencem à Igreja.
Depois da primeira jornada, os casais são convocados para a semana seguinte e, após uma avaliação do que foi vivido, é proposto a eles iniciar um Caminho, assistindo às reuniões mensais, em que é tratado o casamento à luz do Evangelho. Os tempos fortes da Igreja são vividos em laboratórios especiais. Se no acompanhamento constatarmos que alguém possui maior inserção, pediremos a ele que prepare uma reunião ou exponha ser testemunho em uma próxima jornada, empreendendo dessa maneira o caminho do serviço.
Após as reuniões posteriores da jornada, poderiam se formar: Grupos de Perseverança (de acordo com um temário previsto), Laboratórios de Espiritualidade (preparados por algum casal, que possa contar com a colaboração de um sacerdote) ou Grupos de Bíblia Orante (que, a partir da leitura do Evangelho do dia, ou de algum tema em particular, os casais possam refletir, também pode haver a cooperação de algum sacerdote).
Uma vez realizadas as reuniões de acompanhamento, aqueles que o desejarem, poderão participar dessas reuniões, que acontecem uma vez por mês com idêntica metodologia e duração. Nesta etapa também começamos a utilizar o Antigo Testamento.

ENCONTRO PROFUNDO: Já quase no segundo ano, os casais são convidados a participar de um encontro profundo de fim de semana que leva o nome de “CAMINHO DE NAZARÉ”, com a proposta de “deixar-se provocar pela Palavra de Deus”.
É dirigido por sacerdotes e casais, com o lema “O AMOR DE DEUS PODE TUDO”.
Nessa segunda etapa, nos laboratórios de espiritualidade, nos retiros de fim de semana, são incorporados os casais com sacramento, pois a dor com o que geralmente se chega a “CAMINHO DE NAZARÉ” já se curou, porque os casais separados que contraíram nova união já se sentem em uma profunda comunhão-união com os irmãos, embora não recebam a eucaristia sacramental.

OUTROS LABORATÓRIOS: Também se realizam retiros para aqueles que servem na pastoral. Realizam-se laboratórios de aprofundamento de bibliografia para preparar servidores que cresçam em nossa base doutrinal, laboratórios de formação para a preparação de equipes de jornada e acompanhamento, etc.

OUTRAS ATIVIDADES

Anualmente, dentro das possibilidades, um sacerdote que pertença ao Tribunal Eclesiástico, ou algum profissional sugerido pelo mesmo Tribunal, dará uma palestra informativa a respeito à Anulação do casamento.

Os integrantes de “CAMINHO DE NAZARÉ” realizam uma visita a algum santuário mariano, para pedir a proteção da Virgem Maria para eles e suas famílias.

Na medida em que a equipe de Palestras de preparação para o casamento de uma paróquia, ou da Comissão de pastoral familiar de uma diocese, pedam-lo, membros de CAMINHO DE NAZARÉ, poderão dar testemunha do seu anterior fracasso e do valor que em seu momento, não deram ao Sacramento do casamento, mas sempre deixando a mensagem, que com amor e fé em Nosso Senhor Jesus Cristo, e conhecendo os erros nos quais podem incorrer, podem chegar a no cometer-los.

La traducción es una colaboración

del Padre Raúl Acosta sdb

Silvia y Jorge CastelloJ.F."Pancho" Ronconi sdb

caminoanazareth@speedy.com.ar caminoanazareth@argentina.com

Colombres 148 – Piso 11 - A - C1177AAD - Buenos Aires - República Argentina

Tel (05411)4865-0697